O primeiro Photoshop

Olá pessoal,

Este é mais um post em comemoração aos 25 anos do Photoshop, programa produzido pela Adobe.

Desta vez oito designers profissionais foram convidados pelo CreativeLive para realizarem algumas atividades relativamente simples com o Photoshop, mas com a versão 1.0 lançada em fevereiro 1990. Imaginem o quanto ficaram diferentes os comandos, barras, interfaces e mecanismos presentes no aplicativo ao longo destas mais de duas décadas?

Confira a experiência:

 

Abaixo você confere a evolução das barras de ferramentas, caixas, icones e telas de abertura  nestes 25 anos de Photoshop:

Evolução das Barras de Ferramentas

Evolução das Barras de Ferramentas

photoshop-25-anos-evolucao-caixa-welton-matos_designer

Evolução das Caixas

Evolução dos Ícones

Evolução dos Ícones

Evolução das Telas de Abertura

Evolução das Telas de Abertura

 

No vídeo tutorial abaixo você acompanha como era a primeira versão demo do Photoshop. É um vídeo da própria Adobe, apresentado por John Knoll, um dos criadores do programa:

 

Parece fácil nas mãos de quem criou… mas com certeza eu teria algumas dificuldades…

 

Até a próxima!!!!

Anúncios

Rock & Design: 25 anos de Photoshop

A Adobe resolveu celebrar os 25 anos do Photoshop ao som de Aerosmith. O novo filme da marca homenageia o Photoshop ao som da balada “Dream On”, de 1973.

“Por 25 anos, o Adobe Photoshop tem sido usado para criar imagens de beleza deslumbrante e criatividade realista”, disse Shantanu Narayen, Presidente e CEO da Adobe em comunicado. “Desde a editoração eletrônica, os editoriais de moda, produção de filmes, design de website, criação de aplicativos móveis e agora a impressão 3D, o Photoshop continua a redefinir indústrias e possibilidades criativas. E hoje, a magia do Photoshop está disponível para milhões de novos usuários, graças à Adobe Creative Cloud”.

Criado pela Goodby, Silverstein & Partners, o filme será veiculado no intervalo do Oscar em mercados selecionados. O que faz todo sentido, já que muitos longas famosos aparecem sendo modificados ao longo do vídeo, caso de “Garota Exemplar” e “Shrek”.

Fonte: AdNews

Photoshop no Chrome

Photoshop no Chrome

A Adobe já iniciou os primeiros testes do prometido Photoshop Streaming . O aplicativo funciona da mesma maneira que o editor de imagens comuns, com a diferença de que o software não é instalado diretamente no computador dos usuários, mas roda nas nuvens a partir de um servidor externo. Quando o sistema estiver completo, será possível utilizá-lo a partir do Chrome OS e também do navegador Chrome.

Um dos executivos de engenharia da Google disse à imprensa internacional que o serviço será testado por diversos usuários selecionados pelo período de seis meses. Ele já está 90% pronto, mas ainda precisa de alguns ajustes para que uma série de limitações atuais seja retirada — o que inclui a obrigatoriedade da utilização de arquivos que estejam armazenados nos servidores do Google Drive.

Também é preciso dizer que apesar de a interface de utilização do Photoshop estar presente de maneira integral, não é possível trabalhar com nada que envolva projetos tridimensionais no momento. Isso acontece porque os servidores da Adobe ainda não utilizam processadores gráficos que permitam tal ação. Por fim, o processo de impressão também não é pode ser feito diretamente pela web.

Como funciona o Photoshop Streaming?

O Photoshop Streaming funciona de forma simples. Quem tem acesso só precisa baixar um aplicativo na Chrome Web Store e executá-lo. Em seguida, a pessoa é conectada a um servidor que roda a versão tradicional do Photoshop 2014 e todo o processo é feito por streaming. A interface é exibida como se fosse um vídeo para o usuário, com a diferença que o javascript recebe seus comandos e o envia de volta para o servidor, onde eles são processados e transformados em ações.

O futuro do Photoshop

Com o surgimento dos smartphones, o touchscreen se tornou o futuro da tecnologia. Por tornar muito mais fácil manipularmos as coisas com os dedos. A Adobe já entendeu isso e em parceria feita com a Microsoft irá transformar toda a suíte Creative Cloud em modo tela tátil para o sistema Windows 8.

As novidades foram apresentadas na conferência anual Adobe Max, em Los Angeles. O primeiro a ser transformado foi o Photoshop, ferramenta muito utilizada por fotógrafos, designers, artistas, entre outros, para manipular imagens, além dos demais aplicativos gráficos como Illustrator, Premiere Pro e After Effects, sendo agora otimizados para tablets e laptops touchscreen, com auxílio das canetas stylus, que permitem maior precisão na hora de desenhar e editar.

Entre as mudanças, botões maiores para melhor resposta ao toque, gestos para editar curvas e sombras e outros recursos que permitem a navegação por várias camadas de um arquivo através da ponta dos dedos dos usuários. Uma versão minimalista dentro do programa Photoshop se chamará Playground e permite muito mais interação do que a versão tradicional, com uma facilidade maior.

Nesse vídeo você pode conferir:

Confira a galeria com imagens do Reprodução do Futuro.


Foto: Reprodução